Piauí

Equatorial demite mais de mil funcionários no estado do Piauí

De acordo com o Sindicato dos Urbanitários do Piauí, foram aproximadamente 1400 demissões nos últimos meses.
  • DA REDAÇÃO
18/02/2020 13h20 - atualizado

O Sindicato dos Urbanitários do Piauí (Sintepi) informou que a Equatorial Piauí demitiu cerca de 1400 funcionários nos últimos meses devido ao processo de reestruturação da empresa, o que deixou vários consumidores sem energia elétrica em função do número insuficiente de funcionários.

  • Foto: DivulgaçãoEquatorial PiauíEquatorial Piauí

De acordo com o Sintepi, a última demissão de funcionários ocorreu na última sexta-feira (14). Com a necessidade de manutenção da rede elétrica, a empresa não conseguiu atender a todos consumidores, e várias regiões da cidade permaneceram sem energia por mais de 24h. Segundo o Sindicato, a diretoria do Sintepi se reuniu com aproximadamente 150 trabalhadores demitidos da Equatorial.

Em nota, a Equatorial esclareceu que a maioria dos funcionários desligados da empresa apresentam pedido de desligamento espontâneo, e informa que qualquer ato de desligamento na empresa é para a reorganização da Companhia.

Confira a nota da Equatorial Piauí

"A administração da Equatorial Piauí segue totalmente comprometida com o necessário processo de reestruturação econômico-financeira em curso na empresa e este reequilíbrio passa necessariamente pela urgente adequação do quadro de pessoal a real necessidade operacional da Companhia.

Importante registrar que todo e qualquer ato de desligamento que venha a ocorrer na Equatorial Piauí, inerente ao processo da Companhia, é ato de gestão ordinária da empresa, sendo sempre praticado em respeito às normas trabalhistas vigentes.

Importante esclarecer, ainda, que a grande maioria dos colaboradores desligados da empresa apresentaram pedido de desligamento espontâneo no âmbito dos dois Programas de Demissão Voluntária (PDV’s) ofertados pela Equatorial Piauí.

Destaca-se que, além dos PDV’s, outras alternativas foram apresentadas pela Companhia para atenuar o impacto do processo de adequação do quadro de pessoal da empresa, porém elas não foram aceitas pela entidade Sindical da categoria.

Por fim, a Equatorial Piauí reitera que se manterá firme no compromisso de retomar os investimentos para melhoria do sistema elétrico do estado do Piauí, que em 2019 superou a monta de 300 milhões de reais, para oferecer uma energia cada vez melhor com transparência e responsabilidade. E os investimentos continuam em 2020. Mais de 300 milhões de reais são previstos para este ano em melhorias do sistema elétrico".

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web