Piauí

Equatorial quer investir 7 milhões em melhorias na zona rural de Teresina

O investimento faz parte do Plano Teresina II, que prevê ações de melhorias na qualidade do fornecimento de energia elétrica.
04/08/2021 13h51 - atualizado

A Equatorial Piauí pretende investir através do Plano Teresina II, até o final do ano, mais de R$ 40 milhões na capital, sendo que desse total, aproximadamente 7 milhões serão destinados as áreas rurais.

O Plano prevê ações de melhorias na qualidade do fornecimento de energia elétrica. Serão mais de 54 km de novas redes em regiões rurais e mais de 1.300 postes que vão garantir mais segurança e qualidade à rede elétrica.

  • Foto: DivulgaçãoEquatorial Piauí prevê melhorias para TeresinaEquatorial Piauí prevê melhorias para Teresina

De acordo com a distribuidora, moradores que residem na estrada da Usina Santana, Poty Velho, PI 113, Taboquinha, Vista Alegre, Localidade Caminho Novo, Cacimba Velha, Santa Teresa, Alameda dos Sábias e Soturno serão beneficiados.

O executivo de Obras RD da Equatorial Piauí, Adielson Rocha, explica que o Plano Teresina II busca trazer mais confiabilidade e capacidade de fornecimento de energia aos teresinenses com a troca de condutores, chaves, isoladores e postes deteriorados.

“As ações e investimentos realizados com o Plano Teresina II ajudam na preparação da rede em períodos de maior consumo. Realizamos substituições de rede em final de vida útil, fazemos as divisões de áreas de transformação e instalação de equipamentos para garantir a continuidade do sistema de forma integrada na área urbana e rural da capital”, destacou.

Os investimentos em manutenção, construção e melhoria da rede elétrica da capital irão beneficiar em torno de 63 mil unidades consumidoras e aproximadamente 250 mil teresinenses em todas as zonas da capital.

Ainda segundo Adielson Rocha, foram realizados estudos para definir um planejamento estratégico que atenda as áreas que mais precisam de reforço.

Plano Teresina II

O Plano Teresina II é uma continuidade do Plano Teresina I, realizado em 2020, que teve investimento de R$ 11,3 milhões na substituição de 65 km de rede elétrica, recondutoramento dos principais alimentadores, construção de 4 novos alimentadores e mais de 54 divisões de áreas.

Segundo a Equatorial, todas essas ações contribuíram para a melhoria do fornecimento a quase 216 mil clientes da capital.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web