Coronavírus no Piauí

Escolas estaduais retomam atividades a partir desta terça no Piauí

A retomada não é obrigatória aos alunos e professores, que continuaram tendo à disposição as aulas remotas.
19/10/2020 18h28 - atualizado

Os estudantes da 3ª série do Ensino Médio e VII etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) matriculados na rede estadual de ensino poderão, a partir desta terça-feira (20), retornar para sala de aula no Piauí.

“Nossas escolas fecharam as portas, mas as aulas continuaram de forma remota. Voltar para o chão da escola é importante para retomar as relações pessoais que existem nas aulas e que são fundamentais no aprendizado, além de reforçar a preparação dos estudantes que farão o Enem em janeiro”, ressalta Ellen Gera, secretário de Estado da Educação.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informou que tem feito um trabalho de orientação às instituições de ensino da rede estadual e um recurso no valor de 4 milhões de reais já foi distribuído entre as escolas para adaptações e compra de equipamentos de proteção individual (EPIs).

“Quando tivemos o retorno confirmado pelo decreto de 21 de setembro de 2020, intensificamos a preparação dos gestores para receber os estudantes. Promovemos capacitações em parceria com a Vigilância Sanitária sobre os protocolos que deveriam ser adotados, treinamos as equipes das escolas quanto à limpeza e desinfecção correta dos ambientes, utensílios e objetos. Fizemos um repasse no valor de R$ 4 milhões para que as unidades sinalizassem os ambientes escolares e comprassem materiais de higiene necessários, como álcool em gel, sabonetes, máscaras, equipamentos para uso de álcool em gel e adequação de alguns espaços: instalação de pias na entrada e adequação de banheiros”, informa Ellen Gera.

A retomada não é obrigatória aos alunos e professores, que continuaram tendo à disposição as aulas remotas. Para receber os estudantes, cada escola elaborou um plano de retorno, que foi enviado para a Seduc e deve ser cadastrado no site do PRO Piauí (propiaui.pi.gov.br).

De acordo com o gestor, a abertura das escolas será um movimento gradativo, cauteloso, priorizando sempre a segurança dos estudantes, professores e pessoal administrativo.

“Nossa prioridade é garantir a segurança de todos e, por isso, vamos trabalhar com o modelo hibrido, com poucos estudantes em sala de aula e apenas naquelas escolas que tiverem condições de cumprir os protocolos, respeitando sempre o distanciamento, usando máscara, fazendo higienização das mãos e dos espaços e apenas nos municípios onde a epidemia estiver controlada e decrescente”, finalizou Ellen Gera.

Mais na Web