Coronavírus no Piauí

Escrivão da Polícia Civil morre em Teresina vítima do coronavírus

Por meio de nota, a Polícia Civil lamentou a morte do escrivão, de 54 anos, que atualmente estava lotado do Instituto de Medicina Legal (IML).
02/04/2021 17h05 - atualizado

A Delegacia Geral de Polícia Civil do Piauí informou que nesta sexta-feira (02) o escrivão Raimundo Nonato Lima, de 54 anos, morreu em Teresina devido a complicações provocada pela infecção da Covid-19.

Por meio de nota, a Polícia Civil lamentou a morte do escrivão que atualmente estava lotado do Instituto de Medicina Legal (IML) na capital. “A Delegacia Geral deseja conforto aos familiares e amigos do EPC Raimundo Nonato Lima nesse momento de dor”, diz um trecho da nota.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilEscrivão da Polícia Civil morre em Teresina por complicações da CovidEscrivão da Polícia Civil morre em Teresina por complicações da Covid

Ainda segundo a nota, o escrivão Raimundo Nonato Lima, de 54 anos, ingressou nos quadros da Polícia Civil do Piauí no ano de 1986.

Confira a nota da Polícia Civil:

A Delegacia Geral de Polícia Civil vem, por meio da presente nota, manifestar votos de pesar pelo falecimento do Escrivão de Polícia Civil Raimundo Nonato Lima, ocorrido em 02 de abril de 2021, em decorrência da Covid-19.

Atualmente, o escrivão de polícia estava lotado no IML, tendo ingressado nos quadros da Polícia Civil do Piauí no ano de 1986 e contribuindo por toda uma vida aos trabalhos da instituição.

A Delegacia Geral deseja conforto aos familiares e amigos do EPC Raimundo Nonato Lima nesse momento de dor.

Mais na Web