Coronavírus no Piauí

"Estamos todos voltados para o enfrentamento à Covid-19", diz Robert Rios

O vice-prefeito de Teresina disse que se nenhuma medida contra a Covid-19 fosse tomada, haveriam mais casos de transmissões.
30/03/2021 06h47 - atualizado

O vice-prefeito de Teresina e secretário de Finanças, Robert Rios, em entrevista ao Viagora, disse que se nenhuma medida contra a Covid-19 fosse tomada, haveriam mais casos de transmissões.

Segundo Robert Rios, com as medidas restritivas durante essa semana, de antecipações de feriados juntamente com a Semana Santa, surtirá um efeito positivo.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraVice prefeito de Teresina Robert RiosVice prefeito de Teresina Robert Rios

“Eu não sei até que ponto vai surtir efeito, mas que surte efeito, surte. A transmissibilidade não está aumentando, pelo contrário está acionando. Agora se não tomasse nenhuma medida a transmissão estava muito violenta, muito grande”, afirmou.

Questionado sobre a atual situação da saúde em Teresina, o vice-prefeito afirmou que é precária e que nenhum país estava preparado para lidar com a pandemia a esse nível de gravidade.

“Precaríssima, nenhum sistema do Brasil, talvez do mundo estava preparado para uma pandemia dessa magnitude, não tem lugar no mundo que estava preparado”, disse.

Ainda sobre a pandemia na capital, o secretário de finanças ressaltou: “Quando você olha o passado, mesmo sem pandemia, não tinha leito de UTI, então a menos que tivesse leito de UTI. O que cresceu Teresina em leitos de UTI é uma coisa de louco. Teresina fez nesse esforço de pandemia, fez coisas que não fez aqui em 20 anos de gestão”, ressaltou.

Robert também afirmou que toda a gestão está voltada para o enfrentamento ao novo coronavírus, até nas finanças, pois a obrigação é de transferir 15% da receita para a saúde e está sendo aplicada 55%.

“Para ter uma ideia, a nossa obrigação constitucional é de transferir 15% da receita para a saúde, nós estamos aplicando 55%, para ver o tamanho da pancada que estamos dando no financeiro por conta da saúde, estamos todos voltados para o enfrentamento a Covid”, afirmou o secretário de finanças.

Vacina contra a Covid-19 

Sobre a prefeitura comprar doses da vacina contra o coronavírus para Teresina, Robert disse que não compensa porque terão que entregar ao Ministério da Saúde que fará a distribuição entre outras cidades.

“Se for possível comprar e receber, nós compramos, se for para a gente comprar e doar para o Ministério da Saúde, eu acho que Teresina é uma cidade pobre para comprara a vacina e dá para o Ministério da Saúde, daqui a pouco nós estamos vacinando gaúchos, então não compensa para Teresina”, declarou.

Mais na Web