Piauí

Evaldo Gomes diz que Equatorial está "debochando" da população

“Dois prédios comerciais ficaram sem energia elétrica durante cinco dias na Zona Leste de Teresina”, declarou ele em plenário.
19/02/2020 09h36 - atualizado

A Assembleia Legislativa do Piauí vai realizar audiência pública, em data a ser marcada, para debater a definição de um acordo entre a Companhia de Águas e Esgotos do Piauí (Agespisa) e a empresa Equatorial Energia do Piauí visando acabar com a falta de água nas localidades Cacimba Velha e Lagoa da Mata, na zona rural de Teresina.

O deputado Cícero Magalhães (PT), que requereu a audiência pública aprovada na sessão plenária desta terça-feira (18), disse que mais de 200 famílias estão sendo prejudicadas pela falta de água porque a Equatorial cortou o fornecimento de energia elétrica para a Agespisa, que ficou impossibilitada de continuar atendendo aquelas localidades.

  • Foto: DivulgaçãoEvaldo Gomes e Equatorial Piauí.Evaldo Gomes e Equatorial Piauí.

Ao defender a proposição, o deputado Evaldo Gomes (Solidariedade) pediu para subscrever o requerimento do deputado Cícero Magalhães. Evaldo Gomes disse que a falta de energia elétrica se tornou um grave problema em Teresina e acusou a Equatorial de estar debochando da população. “Dois prédios comerciais ficaram sem energia elétrica durante cinco dias na Zona Leste de Teresina”, declarou ele.
 

Com informações da Alepi

Mais na Web