Polícia

Ex-PM acusado de matar Samuel Borges será transferido para o Piauí

O ex-policial que responde a três processos por homicídio, entre eles o do cabo em fevereiro de 2019, estava preso no presídio da Polícia Militar do Maranhão
02/06/2021 10h00 - atualizado

No dia 21 de maio a juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri da Comarca de Teresina, determinou a transferência do ex-policial militar do Maranhão, Francisco Ribeiro dos Santos Filho, para o sistema prisional do Piauí.

O ex-policial que responde a três processos por homicídio, entre eles o do cabo Samuel Borges, em fevereiro de 2019, estava preso no presídio da Polícia Militar do Maranhão, em São Luís, por ser assegurado aos oficiais das Forças Armadas e aos militares dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios, o recolhimento nos quartéis ou em prisão especial.

  • Foto: Reprodução/FacebookFrancisco Ribeiro dos Santos FilhoFrancisco Ribeiro dos Santos Filho

Entretanto, no mês passado, ele foi expulso da corporação e perdeu direito ao benefício. De acordo com a decisão, ficou determinado envio de um ofício à Secretaria de Justiça do Estado do Piauí em que solicita as providências para o recambiamento do acusado e ao Comandante da Policia Militar do Estado do Maranhão, comunicando que já foi autorizada a transferência para o sistema prisional do Estado do Piauí.

O caso

O cabo da Polícia Militar, Samuel de Sousa Borges, foi assassinado no dia 01 de fevereiro, em Teresina pelo Soldado Francisco Ribeiro dos Santos Filho da Polícia Militar do Maranhão o qual foi preso em flagrante.

  • Foto: DivulgaçãoSamuel Borges, policial militar mortoSamuel Borges, policial militar morto

O crime aconteceu no cruzamento das ruas Cândido Ferraz com Verbenas, no bairro São Cristóvão. Segundo a PM, uma discursão de trânsito teria motivado o crime.

Mais na Web