Piauí

Ex-prefeito Dercym é alvo de inquérito civil no Ministério Público

O ex-gestor é acusado de suposta prática de atos de improbidade administrativa.
05/04/2018 08h13 - atualizado

  • Foto: DivulgaçãoEx-prefeito Decym.O gestor de São Gonçalo do Gurgueia é acusado de suposta prática de atos de improbidade administrativa.

O ex-prefeito de São Gonçalo do Gurgueia, Anderson Luiz Alves Figueiredo, mais conhecido como Dercym, é alvo de inquérito civil no Ministério Público do Piauí. Ele é acusado de suposta prática de atos de improbidade administrativa.

A Notícia de Fato nº 32/2016 em tramitação na Promotoria de Justiça de Gilbués é relacionada ao mandato eletivo 2013/2016. A representação relata nepotismo; obras públicas licitadas e não iniciadas e/ou iniciadas e não concluídas; perfuração de poços tubulares para captação de água, com dinheiro público, em propriedade de parentes do prefeito e que só beneficiam a estes.

A Constituição Federal estabelece que "os atos de improbidade administrativa importarão a suspensão dos direitos políticos, a perda da função pública, a indisponibilidade dos bens e o ressarcimento ao erário, na forma e gradação previstas em lei, sem prejuízo da ação penal cabível".

Ao final da apuração dos fatos, poderão ser tomadas as medidas extrajudiciais ou judiciais adequadas à prevenção e correção de eventuais irregularidades, bem como, se for o caso, a responsabilização dos autores.

A Portaria nº 52/2018 foi assinada no dia 26 de março pelo Promotor de Justiça José Sérvio de Deus Barros. O representante do MP-PI solicitou informações e documentos à Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Gurguéia. O ex-prefeito Dercym tem 30 dias para apresentar resposta.,

Outro lado

O Viagoranão conseguiu localizar o prefeito Decym para comentar o caso. Os espaço está aberto a esclarecimentos.

Mais na Web