Piauí

Ex-prefeito Petrônio Falcão morre aos 81 anos em Teresina

Petrônio Falcão foi prefeito da cidade de Cristino Castro por quatro mandatos, e estava internado em um hospital de Teresina há 40 dias para se tratar da Covid-19.
31/10/2020 17h35 - atualizado

Na madrugada deste sábado, 31 de outubro, o ex-prefeito da cidade de Cristino Castro, Petrônio Martins Falcão, morreu aos 81 anos vítima de uma embolia pulmonar. Ele estava internado há cerca de 40 dias em um hospital particular de Teresina para se tratar da Covid-19.

O ex-prefeito contraiu a doença causada pelo novo coronavírus, e estava em fase de recuperação, porém, precisou ser internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para ser submetido a uma cirurgia. No entanto, Petrônio acabou tendo uma embolia pulmonar e veio a óbito.

  • Foto: DivulgaçãoPetrônio Falcão, ex-prefeito de Cristino Castro, morre aos 81 anos.Petrônio Falcão, ex-prefeito de Cristino Castro, morre aos 81 anos.

O político foi prefeito de Cristino Castro por quatro mandatos e era uma das maiores lideranças políticas da região Sul do Piauí. Ele deixa quatro filhos, dentre eles o vice-prefeito de Alvorada do Gurgueia, Valmir Falcão. A esposa de Petrônio, Cleonice Falcão, morreu na última semana, vítima de complicações da Covid-19.

Coronavírus em Cristino Castro

Conforme o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), o município de Cristino Castro já registrou 139 casos confirmados e cinco óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web