Piauí

Ex-presidente da APL Paulo Nunes morre aos 96 anos

O acadêmico ocupava a cadeira número 38 da Academia Piauiense de Letras e a presidiu por três anos, de 1992 a 1995.
  • LETÍCIA DUTRA
14/10/2021 12h40 - atualizado

Na manhã desta quinta-feira (14), morreu Paulo Nunes, escritor e ex-presidente da Academia Piauiense de Letras (APL), aos 96 anos  em Teresina.

O escritor é natural de Regeneração e nasceu em 11 de outubro de 1925. O acadêmico ocupava a cadeira número 38 da Academia Piauiense de Letras e a presidiu por três anos, de 1992 a 1995.

  • Foto: DivulgaçãoEscritor e professor Paulo Neves.Escritor e professor Paulo Nunes

Além de escritor Paulo Nunes tinha vários títulos, como bacharel em Direito, professor, conferencista, crítico literário e jornalista. Ele também foi um dos fundadores da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e comandou o Conselho Estadual de Educação durante vários mandatos.

Em nota a Academia Piauiense de Letras, comunicou o falecimento do professor com pesar e afirmou ser uma grande perda para o Piauí. 

Confira a nota da APL na íntegra:

Nota de pesar

A Academia Piauiense de Letras cumpre o dever de comunicar o falecimento, ocorrido hoje, em Teresina, do professor, escritor e acadêmico M. Paulo Nunes, ocupante da Cadeira 38.

O falecimento do Mestre Paulo Nunes, líder de várias gerações, enluta a APL e representa uma grande perda para o Piauí, que ele tanto elevou com inteligência e honradez.

Ao tempo em que expressa o seu profundo pesar à família e aos amigos, enaltece a sua extraordinária contribuição à educação e à cultura, atividades que abraçou desde a sua juventude, exercendo-as por toda a vida, de 96 anos, com devoção, brilho incomum e ética.

A sua bela e inspiradora história viverá em nossa lembrança e em nossa saudade.

Teresina, 14 de outubro de 2021.

Acadêmico Zózimo Tavares Mendes

Presidente da Academia Piauiense de Letras

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web