Política

Ex-senador Eloi Portella Nunes morre aos 83 anos em Teresina

O ex-senador sofria do Mal de Parkinson e faleceu em Teresina de causas naturais, na madrugada desta terça-feira (07).
07/07/2020 11h04 - atualizado

Na madrugada desta terça-feira (07), morreu aos 83 anos em Teresina, o ex-senador Eloi Portella Nunes, piauiense natural de Valença.

O ex-senador sofria Mal de Parkinson e faleceu de causas naturais. Ele era irmão dos ex-senadores Petrônio Portella e Lucídio Portella e tio da deputada federal Iracema Portella.

"Meu tio Elói, assim como meu pai Lucídio Portella e meu tio Petrônio, foram e sempre serão referência pra mim. A partida do meu tio me deixa triste porque sempre tivemos uma relação de muito carinho. Como homem público, Elói Portella seguiu a cartilha dos seus irmãos, exercendo a política com paixão, com honra e com seriedade tanto no Senado quanto nos cargos públicos que assumiu no Piauí", disse a parlamentar através da rede social.

  • Foto: DivulgaçãoEloi e Iracema PortellaEloi e Iracema Portella

Eloi Portella foi senador nos anos de 1998 e 1999, devido a licença de Freitas Neto para assumir o Ministério das Relações Institucionais no governo de Fernando Henrique Cardoso. 

Vários políticos também divulgaram nota de pesar pela morte de Eloi, dentre eles o senador Elmano Férrer.

Confira abaixo a nota de pesar na íntegra:
 

Recebi com pesar a notícia do falecimento do ex-senador piauiense, Eloi Portella Nunes. Natural de Valença, Eloi Portella era engenheiro civil, assumiu o cargo de senador entre 1998 e 1999, e ocupou vários cargos técnicos na gestão pública. Irmão dos ex-senadores Petrônio Portella e Lucídio Portella e tio da deputada federal Iracema Portella. Neste momento de dor e despedidas, presto minha solidariedade à família que também sofre com a partida de Maria Luiza, irmã de Eloi.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web