Geral

Filha afirma que Flordelis sabia do plano para matar pastor

A filha adotiva do casal afirmou, em depoimento, que ofereceu R$ 10 mil ao irmão pela morte do pastor Anderson.
  • DA REDAÇÃO
20/08/2019 14h30 - atualizado

Uma das filhas adotivas da pastora Flordelis disse à polícia que a mãe sabia do plano de matar o pastor Anderson. No depoimento prestado à polícia em 24 de junho, ela afirmou que pediu a um dos irmãos para matar o pai e que havia dito para Flordelis.

Marzy Texeira da Silva concedeu as declarações no mesmo dia em que o irmão dela, Lucas Cézar dos Santos, falou em depoimento que recebeu pedidos de Marzy para assinar Anderson três meses antes do crime. Marzy disse, ainda, que ofereceu a ele R$ 10 mil pela morte do pai e que a quantia seria paga com dinheiro que furtaria da própria vítima, Lucas teria aceitado a proposta e pretendia assassinar Anderson dentro da casa da vítima, local em que de fato tudo ocorreu. A filha adotiva afirma ter planejado a morte de pois estava com raiva do pastor, visto que admite ter furtado R$ 5 mil na casa, de um dos irmãos, e ter sofrido retaliações do pai. Contou ainda em depoimento que a própria Flordelis disse que o marido havia tentado abusar sexualmente de uma das netas.

Lucas e o irmão, Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico apenas de Flordelis estão presos acusados de terem envolvimento no crime, as investigações apontam que Flávio atirou contra Anderson e Lucas ajudou o irmão a comprar a arma usada do assassinato.

Mais na Web