Coronavírus no Piauí

Firmino envia para Câmara projeto que antecipa feriado de Corpus Christi

Segundo o gestor, a medida é parte do conjunto de ações da Prefeitura para elevar os índices de isolamento social e diminuir a disseminação do novo coronavírus.
27/05/2020 09h42

Nesta quarta-feira (27), o prefeito Firmino Filho encaminhou para a Câmara Municipal de Teresina um projeto de lei que antecipa o feriado municipal de Corpus Christi, comemorado no dia 11 de junho, para a próxima sexta-feira, dia 29 de maio. 

Segundo o gestor, a medida é parte do conjunto de ações da Prefeitura para elevar os índices de isolamento social e diminuir a disseminação do novo coronavírus.

Teresina foi uma das primeiras capitais do país a adotar a estratégia de antecipação de feriados para ampliar os índices de isolamento social. Tem-se observado que, durante os fins de semanas e feriados, existe uma redução na circulação de pessoas e, consequentemente, um aumento no percentual de isolamento. Teresina registrou na última sexta-feira (22), quando foi antecipado o feriado de Nossa Senhora da Conceição, uma alta no índice de isolamento social, que chegou a quase 50%, um número elevado comparado aos dias úteis que geralmente registram taxas na casa dos 44%.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito Firmino FilhoPrefeito Firmino Filho

Segundo o prefeito, o mundo enfrenta uma crise sem precedentes na história da humanidade e a pandemia do novo coronavírus provocou mudanças na saúde, economia, ciência, tecnologia e até na área cultural. “Nesse contexto, o Município de Teresina vem adotando um conjunto de medidas, de caráter temporário, com finalidade de prevenção e enfrentamento da crise de saúde pública, e suas repercussões na vida das pessoas, em especial na área social e econômica”, destaca.

O gestor ressalta ainda que, conforme estudos técnicos e científicos que definem as características e comportamento do vírus, as medidas necessárias para proteger a população do contágio e desacelerar a taxa de contaminação, evitando o colapso do sistema de saúde, são aquelas relacionadas ao isolamento social e a redução drástica da circulação de pessoas.

“Nas últimas semanas o contágio de pessoas por Covid-19 na capital atingiu um nível exponencial, fazendo com que houvesse um aumento considerável no número de casos de pessoas infectadas, e esse aumento está acompanhado de uma redução na taxa de isolamento. Assim, o projeto de lei objetiva, logo neste período crítico do vírus em nossa cidade, reduzir ao máximo possível o número de pessoas trabalhando ou circulando nas repartições públicas, no comércio, enfim, na cidade de Teresina”, reforça Firmino Filho.

O boletim epidemiológico desta terça-feira (26) aponta um novo recorde no registro de óbitos por Covid-19 em Teresina: foram 10 apenas nas últimas 24 horas. De acordo com o documento divulgado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) e pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), foram registrados 69 novos casos de Covid-19. A capital totaliza 1.890 pessoas infectadas e 66 mortes decorrentes da doença.

Mais na Web