Piauí

Firmino Filho assina pacto para melhorar o clima de Teresina

O prefeito se comprometeu a, nos próximos três anos, fazer o diagnóstico da cidade em relação à mudança do clima.
14/06/2018 17h32 - atualizado

O prefeito Firmino Filho assinou na noite desta quarta-feira (13) o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia. Ele se comprometeu a, nos próximos três anos, fazer o diagnóstico da cidade em relação à mudança do clima, estabelecer metas para reduzir as emissões que produzem esse processo, bem como elaborar um plano de ação para atingir essas metas. A assinatura aconteceu durante o Encontro Nacional do Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras (Fórum CB27). 

  • Foto: DivulgaçãoFirmino Filho assina Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia.Firmino Filho assina Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia.

O Fórum CB27, realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM), iniciou-se nessa quarta-feira e segue até sexta no Bristol Gran Hotel Arrey.

“Precisamos evoluir no que diz respeito ao trabalho que é desenvolvido e que tem relação com a mudança climática na nossa cidade. Esse tema da sustentabilidade deve fazer parte da agenda da cidade e deve ser debatido e do interesse de todos, tendo em vista que tem relação com a qualidade de vida das pessoas”, disse Firmino Filho, que é o nono prefeito de capitais a assinar o Pacto no país.

A Prefeitura de Teresina deve fazer o seu inventário de emissões de gases do efeito estufa, medir quanto a cidade emite, e ver como a cidade vai ser afetada pela mudança do clima. A coordenadora de Relações Institucionais/Governos Locais de Sustentabilidade, Bruna Cerqueira, fala sobre a emissão de poluentes no ar.

“A perspectiva do que Teresina emite e muito do que as capitais emitem tem a ver com transporte e mobilidade, mas também tem emissões relacionadas a resíduos, tudo de resíduos que é produzido, a maneira como esse resíduo é tratado, saneamento e uso de energia. As vulnerabilidades da cidade também interferem”, explica.

Mais na Web