Piauí

Firmino Filho participa de evento em universidade de Nova Iorque

O objetivo é fornecer aos líderes novas ferramentas de governanças e inovação para resolver problemas em suas cidades.
VITOR FERNANDES
DE TERESINA
12/07/2018 17h58 - atualizado

O prefeito Firmino Filho está participando do programa de aperfeiçoamento de lideranças na Universidade de Columbia, em Nova Iorque, ao lado de outros prefeitos de todas as regiões do Brasil. O objetivo é fornecer aos líderes novas ferramentas de governanças e inovação para resolver problemas em suas cidades.

  • Foto: Josefa Geovana / ViagoraPrefeito de Teresina, Firmino FilhoPrefeito de Teresina, Firmino Filho

Entre os temas tratados estão inovações para lideranças, desenvolvimento financeiro e integração entre órgãos municipais. "Trabalhamos para que Teresina seja uma cidade inteligente, que garanta qualidade de vida a seus habitantes e a todos que adotarem nossa terra. Estamos sempre buscando inovações, capacitação e novas formas de projetar uma cidade melhor. Por isso estamos participando agora desse evento em Nova Iorque. É uma oportunidade de termos acesso a inovação, com o que há de melhor em outros países", diz Firmino Filho. 


Teresina possui um projeto, que já está em sua segunda fase, que vem despertando a curiosidade de diversos países da Europa, Ásia e África: o Lagoas do Norte. Considerado um caso de sucesso pelo Banco Mundial, órgão que financia a execução de suas obras e ações, o Lagoas do Norte já foi apresentado pelo prefeito Firmino Filho em vários eventos internacionais. No último mês de junho, um grupo de gestores de Gana, Indonésia e Etiópia vieram à capital piauiense conhecer e levar o conceito de multissetorização implementado no Lagoas para seus países.


“Um dos grandes desafios de urbanização e saneamento do mundo são questões como as que o Programa Lagoas do Norte tem enfrentado: a necessidade de ter intervenções integradas em regiões já consolidadas. O Lagoas do Norte conseguiu concluir com êxito as metas que traziam a melhoria da qualidade de vida das pessoas aliada ao componente ambiental, de saneamento e, também, ao componente urbanístico e de moradia. Esse tipo de intervenção é uma das mais difíceis de realizar. Por isso, o Lagoas do Norte já foi apresentado a vários países como um caso de sucesso", afirma Erick Amorim, diretor de Assuntos Federativos e Internacionais da Prefeitura de Teresina.


A Prefeitura de Teresina também ressalta um curso de capacitação que está sendo oferecido para jovens de Teresina de comunidades carentes que puderam trabalhar com energia fotovoltaica. Esses jovens, ao longo da capacitação, construirão uma placa de energia fotovoltaica que vai abastecer, pela primeira vez, um prédio público da capital. Ainda nesse aspecto, é plano da Prefeitura construir uma usina de energia fotovoltaica na cidade

Firmino Filho também destaca o uso de tablets por alunos da rede municipal e o processo de informatização da rede de atendimento da saúde. Ele cita, ainda, o projeto para criação de uma parceria público-privada (PPP) na iluminação pública de Teresina, que foi enviado à Câmara Municipal da capital.

Mais na Web