Política

Firmino negocia com o Instituto Butantan repasse da vacina Coronavac

O prefeito de Teresina ressaltou que a Fundação Municipal de Saúde (FMS) já está trabalhando no levantamento da quantidade de vacinas necessárias para a imunização da população de Teresina.
08/12/2020 10h25 - atualizado

O prefeito Firmino Filho está articulando convênio entre a Prefeitura de Teresina, o Governo do Estado de São Paulo e o Instituto Butantan para que, após o registro, a vacina contra a Covid-19, a Coronavac, possa ser utilizada na capital.

Em São Paulo, a primeira fase da vacinação está prevista para iniciar no mês de janeiro. “Mantive contato com o governador João Dória e com o presidente do Instituto Butantan, o Dr. Dimas Covas, para viabilizar o convênio. A rigor nós temos duas alternativas. Uma é participar do plano nacional de imunização, que é conduzido pelo Ministério da Saúde, e obviamente, neste contexto a gente tem que depender da execução do Ministério. A outra estratégia é essa busca de parceria com o Instituto Butantan do Governo do Estado de São Paulo”, explicou Firmino.

  • Foto: Lucas Klisman/ViagoraPrefeito Firmino Filho (PSDB)Prefeito Firmino Filho (PSDB)

O gestor ressaltou que a Fundação Municipal de Saúde (FMS) já está trabalhando no levantamento da quantidade de vacinas necessárias para a imunização da população de Teresina.

O imunizante está sendo desenvolvido através da parceria do Instituto Butantan com a farmacêutica chinesa Sinovac Life Science e, desde segunda-feira (07) teve início o processo de envasamento dos insumos da vacina para a produção de um milhão de doses do imunizante.

Mais na Web