Piauí

Fluxo de passageiros no aeroporto de Teresina volta a crescer

A constatação é do gráfico elaborado pela Coordenação de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), da Prefeitura de Teresina, com base em dados fornecidos pela Infraero.
10/06/2021 10h42

Pesquisa aponta que o movimento de passageiros no aeroporto de Teresina tem sido um indicador para a recuperação do fluxo turístico.

A constatação é do gráfico elaborado pela Coordenação de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), da Prefeitura de Teresina, com base em dados fornecidos pela Infraero.

Em 2019, o fluxo de passageiros embarcados e desembarcados se manteve em uma curva que demonstrava serem os meses de janeiro, julho e dezembro os de maiores movimentações, chegando a 119.166 em janeiro de 2020.

Com o início da Pandemia, o fluxo despencou para 5.601 passageiros em abril, mas mostrando uma recuperação ascendente a partir de maio de 2020 e até janeiro de 2021, quando aconteceu a segunda onda da Covid-19.

“Os números mostram que teremos uma recuperação mais rápida do que imaginávamos, pois já se observa o reflexo da vacinação no desejo de viajar”, disse o secretário da SEMDEC, Marcelo Eulálio. “Acredito que até o final deste ano o turismo retomará o seu lugar de protagonista do desenvolvimento econômico, como todos desejamos”, completou.

Segundo a Prefeitura de Teresina, com cuidados redobrados, a população reduziu o número de voos nos quatro primeiros meses do ano. Entre janeiro e abril de 2021, observou-se uma queda de 54% no fluxo de embarcados e desembarcados.

No entanto, a partir de maio constatou-se um crescimento de 35% em relação ao mês anterior, passando de 36.800 para 49.703 passageiros embarcados e desembarcados pelos portões do aeroporto.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web