Coronavírus no Piauí

FMS convoca 43 profissionais para atuar no Hospital Pedro Balzi

De acordo com a FMS, os 43 profissionais convocados devem comparecer na sede da Fundação nesta quarta-feira (24) com a documentação exigida.
23/06/2020 18h00

A Prefeitura de Teresina informou que o quadro de funcionários do Hospital de Campanha Pedro Balzi será reforçado com a convocação de mais 43 profissionais de Saúde que foram aprovados no edital 1/2020 do Processo Seletivo Emergencial da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Conforme a prefeitura, serão convocados seis enfermeiros 24h, um psicólogo, três assistentes sociais, 30 técnicos em enfermagem e três técnicos em patologia clínica, todos para atuação no hospital de campanha.

De acordo com o chefe do Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoas da FMS, João Luciano de Castro e Sousa, os profissionais convocados devem se apresentar nesta quarta-feira (24) na sede da FMS, localizada na rua Governador Artur de Vasconcelos, 3015, bairro Aeroporto, na zona Norte de Teresina, no horário das 8h às 14h.  

“Ressaltamos que o candidato que não comparecer no dia e horário marcado será considerado desistente”, informa João Luciano.

Ao se apresentarem, os porfissionais deverão entregar os seguintes documentos, originais e cópias legíveis, para comprovação e autenticação: Certidão de nascimento ou Casamento (quando for o caso); Título de Eleitor, com certidão de quitação eleitoral; Certidão de Reservista ou dispensa de incorporação (somente para homem); RG; CPF; Autodeclaração do candidato conforme anexo II do edital; Documentação que comprove os títulos indicados no currículo, conforme item 2.11 do edital; Comprovante de escolaridade exigida no Quadro I do Edital; Registro do Conselho competente; Conta Corrente Banco do Brasil; uma foto 3×4 recente; Comprovante de endereço atualizado; comprovante de inscrição no PIS/PASEP/NIT.

Segundo a prefeitura, o Processo Seletivo Emergencial já convocou 719 profissionais de saúde para atuação em todas as unidades da linha de frente de combate ao novo coronavírus. Ele terá validade de seis meses, prorrogável por até igual período, a contar da homologação do resultado.

 “Novas convocações serão feitas de acordo com as necessidades de ampliação do serviço de assistência para pacientes com Covid-19”, disse chefe do Núcleo de Planejamento da FMS.

Mais na Web