Coronavírus no Piauí

FMS disponibiliza eletrocardiogramas adquiridos na pandemia em Teresina

Para isso, foi firmada uma parceria com o Hospital Universitário para que médicos cardiologistas realizem a emissão dos laudos e enviem o resultado às unidades.
  • VIVIANE ROCHA
01/12/2020 07h53 - atualizado

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) ampliou a oferta do exame de eletrocardiograma, que agora pode ser feito em mais 19 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), além das 26 destinadas para atendimento de pacientes com síndromes gripais, em Teresina.

Os equipamentos foram adquiridos durante a pandemia para atender pessoas com Covid-19 e passam a ser utilizados para facilitar o atendimento preventivo de doenças em geral, além de possibilitar o acompanhamento de pessoas com problemas no coração.

Segundo o diretor de Atenção Básica, Kledson Batista, os equipamentos comprados na pandemia irão permanecer nas UBSs. Para isso, foi firmada uma parceria com o Hospital Universitário para que médicos cardiologistas realizem a emissão dos laudos e enviem o resultado às unidades.

De acordo com o presidente da FMS, Manoel de Moura, antes da pandemia, o eletrocardiograma estava disponível apenas em hospitais municipais e clínicas conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS). E agora são 45 UBSs oferecendo o exame e a meta é disponibilizar mais.

  • Foto: Divulgação/AscomExame de eletrocardiogramaExame de eletrocardiograma

O eletrocardiograma é um exame que verifica a existência de problemas com a atividade elétrica do coração. A coordenadora médica da Atenção Básica, Fernanda Melo, explica que é um procedimento simples que permite diagnosticar também se existe um bloqueio por parte do músculo que não se move como deveria, sinalizando problema cardíaco, ou mesmo se há arritmias, crescimento de cavidades ou outras deficiências no coração.

Mais na Web