Piauí

FMS e HUT promovem treinamento de intubação para profissionais da Saúde

A ação teve como objetivo a capacitação de médicos emergencistas, intensivistas, acadêmicos de medicina e equipe multidisciplinar a manejar a via aérea com segurança e conforto.
25/03/2021 14h53 - atualizado

Na tarde dessa quarta-feira (24), o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e a Fundação Municipal de Saúde (FMS) realizaram mais um treinamento sobre intubação em pacientes com Covid-19.

A ação teve como objetivo a capacitação de médicos emergencistas, intensivistas, acadêmicos de medicina e equipe multidisciplinar a manejar a via aérea com segurança e conforto.

  • Foto: Divulgação/Prefeitura de TeresinaFMS e HUT realizam treinamento de intubaçãoFMS e HUT realizam treinamento de intubação

O treinamento aconteceu no auditório da Uninassau (campus Redenção) e contou com a participação do Prefeito de Teresina, Dr Pessoa, o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, a diretoria do HUT, além de mais de 50 profissionais da saúde de toda a rede hospitalar de Teresina.

Na oportunidade, Dr Pessoa lembrou que até pouco tempo ensinava e agora aprende com ex-alunos as orientações técnicas e específicas para cuidar de pacientes de maneira objetiva especificamente em situações de emergências que podem ocorrer pela Covid-19.

Gilberto Albuquerque reforçou que a FMS possui os melhores profissionais de saúde para compartilhar os seus conhecimentos: “Sabemos que na FMS temos os melhores profissionais de saúde e isso é uma oportunidade de compartilharmos com outros colegas para sairmos muito mais fortes dessa pandemia. Nós continuamos nessa batalha do dia a dia na certeza que tudo que for possível, faremos, e faremos da melhor forma possível”, disse.

Miguel Teixeira, médico anestesiologista do HUT realizou explicações teóricas e práticas para os profissionais que lidam diretamente com os pacientes utilizando um boneco de simulação realística para realizar os procedimentos.

O HUT também apresentou um protocolo e criou o gabinete da crise com o intuito de atualizar a equipe de enfrentamento e conduzir estratégias para otimizar o atendimento, adequou o pronto atendimento para pacientes com sintomas respiratórios e também é referência para casos da Covid-19, contando com 100 leitos entre intensivos e enfermarias.

Mais na Web