Polícia

GAECO cumpre dois mandados de busca e apreensão em Teresina

De acordo com o MPPI, a operação “REDIME” teve como objetivo o cumprimento de 19 mandados de busca e apreensão para comprovar a ocorrência dos crimes de fraude em licitação.
01/07/2020 16h40 - atualizado

Nesta quinta-feira (01), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPPI), em parceria com a 31ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social de Campo Grande-MS, cumpriu dois mandados de busca e apreensão em Teresina com auxílio da Polícia Militar (PM).

De acordo com informações do Ministério Público do Piauí (MPPI), a decisão foi proferida pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Campo Grande (MS), durante investigação que envolve funcionários públicos e empresas que contrataram junto com a Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul e a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande. A operação foi deflagrada nesta manhã nas cidades de Campo Grande (MS), Eusébio (CE), Jardim (MS) e São Paulo (SP).

  • Foto: DivulgaçãoOperação do Gaeco em TeresinaOperação do Gaeco em Teresina

Conforme o MP, a operação denominada “REDIME” teve como objetivo o cumprimento de 19 mandados de busca e apreensão para comprovar a ocorrência dos crimes de fraude em licitação, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva em um suposto esquema criminoso que teria fraudado licitação para a contratação de uma empresa especializada em locação de equipamentos médico-hospitalares, em valores que ultrapassam 120 milhões de reais.

Mais na Web