Geral

Gambiarras são retiradas da rede de distribuição de água em Timon

O coordenador de operações da Águas de Timon, Tadeu Bezerra, ressalta que esses tipos de ligações clandestinas prejudicam a saúde pública.
  • LAÍS VITÓRIA
23/02/2021 07h42 - atualizado

A Águas de Timon realizou a retirada de mais de dois quilômetros de ligações clandestinas no bairro Júlia Almeida, zona Oeste da cidade

No bairro Júlia Almeida, foram implantados cinco mil metros de rede, beneficiando 380 moradores da região. Todas as gambiarras foram trocadas por redes regulares, que garantem água com qualidade e regularidade aos moradores da região.

  • Foto: DivulgaçãoGambiarras são retiradas da rede de distribuição de água em TimonGambiarras são retiradas da rede de distribuição de água em Timon

Alguns dos prejuízos como a contaminação da água, e vazamentos na rede foram causados devido as gambiarras. Além de abastecimento das ligações regulares comprometido, causando o aumento das perdas e o desperdício.

O coordenador de operações da Águas de Timon, Tadeu Bezerra, ressalta que esses tipos de ligações clandestinas prejudicam a saúde pública.

“As ligações irregulares comprometem a saúde pública, visto que podem causar a contaminação da água, prejudicando não só o próprio consumidor, como toda a comunidade. Por isso, seguimos atuando na fiscalização e implantação de novas redes de água”, afirmou.

Gambiarra é um tipo de ligação clandestina, que acontece quando um morador interliga o seu ramal diretamente, de maneira indevida, a uma rede distribuidora de água, recebendo o serviço sem pagar por ele.

Mais na Web