Política

Gestão de Jeová Alencar será alvo de investigação do Ministério Público

Através da assessoria de comunicação, o presidente da Câmara de Teresina informou que ainda não foi notificado sobre o caso.
12/05/2021 12h00 - atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da 42ª Promotoria de Justiça de Teresina, do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, instaurou procedimento investigatório preliminar para apurar possíveis irregularidades na administração da Câmara Municipal de Teresina, presidida pelo vereador Jeová Alencar (MDB).

O promotor de Justiça Francisco de Jesus Lima abriu a investigação considerando publicações realizadas em redes sociais. As informações divulgadas apontam para a existência de práticas incompatíveis com os princípios constitucionais: acúmulo indevido de cargos públicos pelos servidores do Legislativo municipal, quantidade excessiva de cargos comissionados e pagamento de “supersalários”, entre outras.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraCâmara Municipal de Teresina.Câmara Municipal de Teresina.

O procedimento é um preparatório de auditoria fiscal orçamentária e de pessoal na Câmara Municipal. O levantamento deverá abranger os últimos cinco anos.

Outro lado

Procurado pelo Viagora, o presidente da CMT Jeová Alencar, através da assessoria de comunicação informou que ainda não foi notificado sobre o assunto.

Mais na Web