Piauí

Governo do Piauí autoriza música ao vivo em restaurantes e bares

O novo decreto autoriza som ambiente ao vivo em bares e restaurantes que não possuem pista de dança, ou espaços que possam gerar aglomerações.
  • LAÍS VITÓRIA
19/02/2021 15h40 - atualizado

Nessa sexta-feira (19), a governadora em exercício, Regina Sousa (PT), assinou a prorrogação do decreto que limita o funcionamento do comércio, bares e restaurantes, mas com modificações.

As medidas que estavam previstas até o dia 22 de fevereiro, passam a valer até o dia 28 deste mês. De acordo com o secretário estadual de Governo, Osmar Júnior, passou a valer a limitação do horário de funcionamento de lojas de conveniência e depósitos de bebidas até as 23h. 

Confira o decreto

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíGovernadora em exercício, Regina SousaGovernadora em exercício, Regina Sousa

O novo decreto autoriza som ambiente ao vivo em bares e restaurantes que não possuem pista de dança, ou espaços que possam gerar aglomerações. As demais determinações do decreto publicado em 26 de janeiro, continuam valendo.

Um dos pontos de destaque, é a suspensão da realização de festas ou eventos e atividades que envolvam aglomeração, eventos culturais, atividades esportivas e sociais, bem como funcionamento de boates, casas de shows e demais estabelecimentos que promovam atividades festivas, em espaço público ou privado.

Em bares e restaurantes está proibido a utilização de som ambiente, seja através de música ao vivo, som mecânico ou instrumental, e só podem funcionar até as 23h. Para o comércio está estabelecido o funcionamento até às 17h e para os shoppings centers de 12h às 21h.

O uso de máscara de proteção continua obrigatório, principalmente para a permanência de pessoas em espaços públicos abertos de uso coletivo, como parques, praças, praias e outros.

Nos últimos dias, a taxa de ocupação dos leitos de UTI destinados aos pacientes com a Covid-19 já chegou a ultrapassar a marca de 70%. Alguns municípios voltaram a adotar medidas mais rígidas de combate a doença. Em Floriano, sul do Estado, a prefeitura voltou a decretar lockdown e a restringir o funcionamento de atividades.

Mais na Web