Coronavírus no Piauí

Governo do Piauí restringe realização de cerimônias religiosas

As cerimônias religiosas podem ser realizadas no período compreendido entre o dia 1º e 4 de abril, desde que sejam obedecidas as medidas sanitárias.
31/03/2021 16h00 - atualizado

O Governo do Piauí restringiu a realização das cerimônias religiosas presenciais após o agravamento da pandemia da Covid-19 no estado.

A portaria foi publicada no Diário Oficial do estado na última segunda-feira (29), assinada pelo secretário estadual de Governo, Osmar Júnior, e o secretário estadual de Saúde, Florentino Neto. O Piauí está com mais de 90% dos leitos de UTI ocupados.

  • Foto: Divulgação/Arquidiocese de TeresinaIgreja funcionando com restriçõesIgreja funcionando com restrições devido à Covid-19.

A decisão foi tomada para evitar aglomerações na Semana Santa, onde os católicos costumam participar de missas e vigílias.

A realização de cerimônias religiosas está autorizada, no período compreendido entre o dia 1º e 4 de abril, desde que sejam obedecidas as medidas sanitárias para evitar a disseminação do coronavírus.

Ficou ainda estabelecido, que cada local de culto, seja igreja, templo, centro espírita ou terreiro, poderá realizar apenas uma cerimônia diária, com duração máxima de 2 horas.

Semana Santa

Na quinta-feira, dia 1º de abril, serão realizados alguns rituais, como o lava-pés, que é uma celebração que recorda a última ceia realizada por Jesus.

No dia 2º de abril é feriado de Sexta-Feira Santa, onde os cristãos relembram o dia em que Jesus Cristo morreu crucificado.

Já no sábado (3), é realizada a vigília pascal. No domingo de Páscoa, que acontece no próximo dia 4 de abril, se comemora a ressurreição de Jesus.

Mais na Web