Polícia

Greco diz que família não foi expulsa por facção no Promorar

As investigações tiveram início quando uma família procurou a Polícia Militar para denunciar que havia sido expulsa de casa por integrantes de facção criminosa.
20/05/2021 14h52 - atualizado

Na manhã desta quinta-feira (20), a Polícia Civil do Piauí deu cumprimento a mandados de busca e apreensão no bairro Promorar, zona Sul de Teresina e Investigadores do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) prenderam em flagrante um homem por posse ilegal de arma de fogo.

Também participaram da ação policiais civis do 4º Distrito de Teresina e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais. Durante a ação um homem foi preso por posse ilegal de arma de fogo.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilArma apreendida pela políciaArma apreendida pela polícia

Conforme o Greco, as investigações tiveram início quando uma família procurou a Polícia Militar para denunciar que havia sido expulsa de casa por integrantes de facção criminosa.

Segundo a polícia, uma suposta vítima havia sido flagrada por moradores do bairro cometendo furto contra vários vizinhos. Eles então se mobilizaram e invadiram a casa e tomaram os pertences que supostamente haviam sido furtados, dentre eles um botijão de gás.

De acordo com o delegado Tales Gomes a versão da suposta facção ter invadido e expulsado moradores de residência não procede.

"Após a ação dos vizinhos, essa família então foi à polícia para dizer que havia sido expulsa de casa por uma facção criminosa. Diante dos fatos narrados, fizemos diligências, os mandados judiciais foram pedidos e hoje cumpridos. Um homem foi preso por posse ilegal de arma de fogo e a história de suposta facção ter invadido e expulsado moradores de residência não procedia", destacou.

Mais na Web