Polícia

Greco prende tenente da PM e servidor do TJ em operação em Teresina

Segundo o GRECO, os cinco acusados foram presos em Teresina e União pelos crimes de comércio ilegal de arma de fogo e associação criminosa.
18/11/2020 11h49 - atualizado

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) deflagrou uma operação de combate a venda ilegal de arma de fogo nesta quarta-feira (18). Durante a ação, presidida pelo delegado Tales Gomes, foram presas cinco pessoas nas cidades de Teresina e União pelos crimes de comércio ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

De acordo com o GRECO, foram presos Juvenal Gomes de Brito, Marcelo Matos Costa, vigilante de empresa de segurança, Carlos Alberto Moraes Machado, servidor terceirizado do TJPI, Tiago Gomes de Azevedo e um tenente da polícia militar do Piauí.

Segundo a polícia, dentre os detidos na operação, Juvenal, Marcelo e Carlos foram presos em decorrência de mandados de prisão temporária e flagrante por posse irregular de arma de fogo. Já o tenente da PM e Tiago foram presos por porte irregular de arma de fogo.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilGRECO prende acusados de comércio ilegal de armasGRECO prende acusados de comércio ilegal de armas

Ao todo foram apreendidas 6 armas de fogo e munições. A operação contou com o apoio operacional da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes e Gerência de Polícia do Interior. De acordo com as investigações, Juvenal, Carlão e Marcelo, repassaram informações que indicam tais pessoas como responsáveis pela comercialização de armas e munições naquela cidade, motivo pelo qual foram presos. 

"Após as diligências de hoje todos os presos foram autuados pelo crime de posse irregular de arma de fogo e indiciados pelos crimes de comércio ilegal de arma de fogo e associação criminosa", explica o delegado Tales Gomes.

Mais na Web