Coronavírus no Piauí

HGV atinge ocupação máxima dos 50 leitos de UTIs para Covid-19

Segundo o diretor da unidade, Osvaldo Mendes, mesmo com o aumento dos leitos para tratamento da doença, não é possível acompanhar a quantidade de infectados.
10/03/2021 10h26 - atualizado

O Hospital Getúlio Vargas (HGV), o maior hospital público do Piauí, está com 50 leitos de UTI para tratamento da Covid-19. Porém mesmo com o aumento dos leitos, todas as vagas estão ocupadas.

Segundo o diretor da unidade, Osvaldo Mendes, mesmo com o aumento dos leitos para tratamento da doença, não é possível acompanhar a quantidade de infectados.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Hospital Getúlio Vargas (HGV).Hospital Getúlio Vargas (HGV).

"Passamos o dia inteiro ontem com as 50 vagas de UTIs ocupadas. À noite abriram quatro vagas. Mas, hoje de manhã, as vagas já estavam ocupadas. Muda o tempo todo. A gente tem uma movimentação grande. Quando os pacientes estabilizam vão para a enfermaria ou são transferidos para o Hospital da Polícia Militar para poder surgir vagas de leitos", explica Mendes. 

Devido a atual situação da pandemia, algumas cirurgias eletivas foram suspensas, mas os procedimentos cirúrgicos urgentes continuam sendo realizados.

Reforma

O diretor do HGV comentou sobre uma reforma na unidade de saúde que deve ser concluída em maio, durante uma entrevista para a TV Cidade Verde. A obra está orçada em R$ 5 milhões. 

"É uma obra que inclui 20 leitos, sendo dez para cirurgias cardiovasculares e os outros dez para outras doenças, recuperação pós-anestésica da hemodinâmica, laboratório, farmácia, lavanderia e uma rampa de acesso aos pacientes dos outros andares", explicou Osvaldo.

Mais na Web