Polícia

Homem é condenado por tentativa de homicídio em Sigefredo Pacheco

Segundo o MPPI, o acusado Raimundo Nonato Silva, foi condenado a 8 anos e 4 meses de reclusão nessa terça-feira (27).
28/07/2021 14h04 - atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí por meio da 1ª Promotoria de Campo Maior, com o auxílio do Grupo de Apoio aos Promotores de Justiça com Atuação no Tribunal do Júri (GAEJ), obteve nessa terça-feira (27), a condenação de Raimundo Nonato Silva, acusado de tentar matar José Willes Sousa Lopes e de lesionar Francisco Ferreira.

Segundo o MPPI, os crimes ocorreram no dia 17 de março de 2017 na cidade de Sigefredo Pacheco, na localidade Lagoinha.

De acordo com o MPPI, sob o efeito de bebida alcoólica, o acusado desferiu várias facadas em José Willes de Sousa Lopes, com recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Após intervenção de Francisco na tentativa de impedir a consumação do delito, o réu também desferiu golpes de faca contra a segunda vítima.

Após o julgamento, o conselho de sentença reconheceu a prática do crime de tentativa de homicídio qualificado contra a vítima José Willes e do crime de lesão corporal contra a vítima Francisco Ferreira Oliveira.  

Com o reconhecimento do conselho, o juiz presidente definiu a pena de oito anos e quatro meses de reclusão pelos crimes de tentativa de homicídio qualificado e lesão corporal e o acusado que já estava preso, assim permanecerá.

Conforme o MPPI, a sessão de julgamento durou oito horas e teve a participação do promotor de Justiça titular da 1ª Promotoria de Campo Maior, Marcondes Oliveira, e do coordenador do GAEJ, Márcio Giorgi Carcará Rocha.

Mais na Web