Piauí

Hospital Infantil Lucídio Portella dobrará capacidade de cirurgias em abril

O diretor do hospital explica que a agilidade nos resultados de exames permitirá uma rotatividade maior de pacientes e fará com que mais leitos sejam desocupados.
11/03/2021 15h41 - atualizado

A principal unidade de saúde pública do Piauí voltada para crianças, o Hospital Infantil Lucídio Portella, a partir de abril terá a capacidade de realização de cirurgias dobrada.

A unidade poderá fazer até 450 cirurgias mensais, atualmente, a capacidade é de 220 procedimentos cirúrgicos.

  • Foto: Street ViewHospital Infantil Lucídio Portela.Hospital Infantil Lucídio Portela.

O diretor do hospital, Vinícius Pontes, ressalta que a obra vai dar um salto na qualidade e rapidez do Lucídio Portella. “O novo hospital será entregue obedecendo todas as normas sanitárias. Os pacientes terão mais conforto e poderão ter alta mais rapidamente, já que o setor de exames também está passando por uma mudança tecnológica”, afirma Vinícius Pontes.

O gestor explica que a agilidade nos resultados de exames permitirá uma rotatividade maior de pacientes e fará com que mais leitos sejam desocupados e, assim, poder receber outros pacientes.

As salas cirúrgicas irão dobrar de duas para quatro, o local vai ganhar 11 leitos de UTI (atualmente tem 9), seis leitos de cuidados intermediários, 22 leitos clínicos (atualmente tem 77).

Uma das consequências impactantes com a reforma será o fim da fila de espera de crianças que precisam de cirurgia neurológica. “Nesse tipo de caso, quando mais rápido o paciente for atendido, mais ele terá chances de sobreviver ou de não ter sequelas. Com os novos leitos de UTI, esses pacientes serão atendidos, assim que for necessário”, comentou o diretor.

Outra mudança importante é o aumento da capacidade de atendimento do ambulatório, passando de 8 para 18 consultórios, que ficarão em alas separadas do setor de internação, evitando percorrer pelos mesmos corredores de acesso aos pacientes acamados.

Conforme o diretor a reforma vai beneficiar ainda o setor financeiro do hospital, já que os exames de tecnologia avançada atenderão a solicitações de hospitais da rede pública, com pagamento feito para o Hospital Infantil Lucídio Portella: “Poderemos fazer 500 tomografias por mês. Somando todos os procedimentos, serão feitos 8 mil exames por mês”, disse Vinícius.

O faturamento do hospital vai passar de R$ 4,8 milhões para R$ 10 milhões por ano, reduzindo portanto a despesa para o Estado, que hoje é de R$ 23 milhões anuais com o Lucídio Portella.

Reforma do Hospital Infantil

- Leitos clínicos
Antes 77
Depois 95

- Consultórios
Antes 8
Depois 18

- Leitos de UTI
Antes 9
Depois 20

- Leitos intermediários
Antes Não tinha
Depois 6

- Faturamento anual
Antes 4,8 milhões de reais
Depois 10 milhões de reais

- Salas cirúrgicas
Antes 2
Depois 4

Mais na Web