Piauí

IBGE aponta queda no percentual de empregadores com CNPJ no Piauí

Segundo o levantamento, cerca de 58,2% das pessoas ocupadas como empregadores estavam formalmente registradas em 2019, enquanto eram 68,6% nessa situação em 2018.
26/08/2020 16h29 - atualizado

Um levantamento do módulo Características Adicionais do Mercado de Trabalho, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) 2019, produzida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que entre os anos de 2018 e 2019 houve uma diminuição de 10,4 pontos percentuais o número de empregadores com registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), no Piauí.

Segundo o levantamento, cerca de 58,2% das pessoas ocupadas como empregadores estavam formalmente registradas em 2019, enquanto eram 68,6% nessa situação em 2018. Com a queda, o Piauí passa a ocupar a 3ª menor posição entre os estados, em relação ao percentual de empregadores com CNPJ. Em 2018, o estado tinha o 11º menor percentual na comparação com as demais unidades da federação.

Conforme a pesquisa, em 2019, apenas Maranhão (57,8%) e Pará (49,6%) obtiveram percentuais inferiores ao do Piauí. São Paulo possui o maior percentual, sendo 92,1% dos empregadores registrados formalmente. A média do Brasil é de 80,4%.

Quase 90% dos trabalhadores por conta própria estão na informalidade no Piauí

O levantamento do IBGE constatou que cerca de 89,7% dos trabalhadores por conta própria do Piauí não possuem registro em CNPJ, atuando na informalidade. Segundo a pesquisa, o percentual também é alto no Brasil (79,9%), e o Paraná é estado em que a proporção é menor, com 68,1% dos trabalhadores por conta própria sem registro em CNPJ.

Já no Piauí, o percentual de pessoas que trabalham por conta própria com registro em CNPJ diminuiu entre 2018 e 2019: era 10,7% em 2018 e passou a 10,3% em 2019. Mas com segundo a pesquisa, considerando o período de 2012 a 2019, houve crescimento de 5,7 pontos percentuais, passando de 4,6% em 2012 para 10,3% em 2019.

Piauí tem o maior percentual de sindicalizados do país

Com percentual de 23,9%, o levantamento constatou que o Piauí é o estado com a maior proporção de trabalhadores sindicalizados do país, a posição se mantém desde 2012. O estado com menor percentual de sindicalizados é Alagoas (6,1%). No Brasil, a média de trabalhadores sindicalizados é de 11,2%. O Piauí tinha 1,2 milhões de pessoas ocupadas em 2019. Destas, cerca de 310 mil estavam associadas a sindicatos. Já no Brasil, das 94,6 milhões de pessoas ocupadas no período, cerca de 10,5 milhões eram sindicalizadas.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web