Piauí

IBGE diz que 58,4% das residências no Piauí receberam auxílio

Com base nos dados da pesquisa, atualmente 58,4% dos lares piauienses recebem o auxílio emergencial, percentual que estava acima dos 60% desde o mês de junho.
01/12/2020 17h52 - atualizado

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Pnad Covid-19, constatou que o Piauí registrou uma queda no índice de lares que recebem o auxílio emergencial do Governo Federal no mês de outubro.

Com base nos dados da pesquisa, atualmente 58,4% dos lares piauienses recebem o auxílio emergencial, percentual que estava acima dos 60% desde o mês de junho. Apesar da queda nos índices, o Piauí é o sétimo estado do Brasil com o maior número de residências que recebem o benefício.

A pesquisa apontou que cerca de 42,2% dos lares de todo o Brasil recebe o auxílio. Os estados que possuem os maiores números de casa beneficiadas são: Amazonas (58,7%), o Acre (59,6%), o Alagoas (60,3%), o Maranhão (61,4%), o Pará (62,2%) e o Amapá (68,6%).

Outro ponto constatado pela pesquisa diz respeito ao rendimento dos piauienses com o auxílio emergêncial, que caiu para 34,9%. No mês de setembro, a média de rendimento foi de R$ 978, caindo para R$ 637 no mês de outubro. Já no Brasil, o rendimento também apresentou queda, caindo de R$ 902 para R$ 688 no mês de outubro.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web