Coronavírus no Piauí

Igrejas e templos retomam atividades nesta segunda em Teresina

A Prefeitura de Teresina permitiu a retomada de atividades religiosas na cidade a partir de hoje (27), desde que seja seguido um protocolo de segurança.
27/07/2020 15h27 - atualizado

A partir desta segunda-feira, 27 de julho, inicia a segunda fase da reabertura das atividades em Teresina. Nesta fase, estão autorizadas a funcionar as atividades religiosas em templos e igrejas da capital, desde que sigam um protocolo de segurança estabelecido pela prefeitura.

A Arquidiocese de Teresina enviou aos padres e diáconos o protocolo com todas as recomendações para a reabertura gradual das igrejas, capelas, secretarias, salões, paróquias e outros espaços, no intuito de garantir a segurança dos fiéis durante as atividades religiosas.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraIgreja São BeneditoAs igrejas estão autorizadas a retomarem suas atividades em Teresina.

O protocolo menciona uma série de medidas, como: lotação máxima de 30% da capacidade da igreja ou capela, considerando as pessoas sentadas; disponibilização de dispensadores de álcool gel 70% em todos os espaços; fazer o distanciamento de, no mínimo, dois metros entre os participantes; todas as portas e janelas deverão permanecer abertas para garantir a circulação de ar no espaço; não usar recipiente com água benta; isolar as imagens expostas para que não sejam tocadas; orientar aos fiéis que se tirem do espaço da igreja mantendo o distanciamento e evitando aglomeração.

O prefeito Firmino Filho (PSDB) utilizou as redes sociais para comentar sobre a reabertura das igrejas, onde afirmou que esse era um dos serviços que mais fez falta para as pessoas, incluindo para ele mesmo.

“Todos sabemos que a vida é o maior dom de Deus e a saúde é a maior das bênçãos. As Igrejas Católica e Evangélica, os terreiros e tantos outros centros religiosos estão se esforçando muito para oferecer a maior segurança possível. Por isso peço a cada um de vocês, especialmente aos idosos e pessoas com comorbidades, que reforcem os cuidados”, escreveu Firmino.

Mais na Web