Saúde

Índia vai exportar vacina de Oxford para o Brasil nesta sexta

Os imunizantes desenvolvidos pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, estão sendo fabricados no Instituto Serum da Índia.
21/01/2021 16h33 - atualizado

O governo da Índia liberou as exportações comerciais de vacinas contra o coronavírus. Segundo o secretário de Relações Exteriores da Índia, Harsh Vardhan Shringla primeiras remessas serão enviadas na nesta sexta-feira (22) para Brasil e Marrocos.

As vacinas desenvolvidas pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford estão sendo fabricadas no Instituto Serum da Índia, o maior produtor mundial de vacinas, que recebeu pedidos de países de todo o mundo.

O governo indiano suspendeu a exportação de doses até iniciar seu próprio programa de imunização no fim de semana passado. No início desta semana, a Índia enviou suprimentos gratuitos para países vizinhos, incluindo Butão, Maldivas, Bangladesh e Nepal.

Doses

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, declarou em entrevista coletiva, na última segunda-feira (18), que a conclusão da viagem para trazer um carregamento de vacinas importadas da Índia deveria ter uma resolução ainda nesta semana.

Elogio 

O presidente Jair Bolsonaro publicou em suas redes sociais sobre a decisão do governo da Índia de liberar as exportações de vacina contra a covid-19 e elogiou o trabalho do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e dos servidores do Itamaraty.

“Meus cumprimentos ao Ministro Ernesto Araújo e servidores do Itamaraty pelo trabalho realizado”, escreveu Bolsonaro.

- NOVA DÉLHI, 21 Jan/Reuters/por Sanjeev Miglani - O governo da Índia liberou as exportações de vacinas contra a...

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Thursday, January 21, 2021

Com informações na Agência Brasil.

Mais na Web