Piauí

Indústria tem crescimento no Piauí e setor mantém otimismo para 2021

De acordo com o presidente da CIEPI, Andrade Júnior, a situação de crise econômica, serviu de união em toda a classe industrial com o propósito de encontrar saídas para o período pós-pandemia.
03/01/2021 08h26 - atualizado

A pandemia do novo coronavírus afetou diretamente a indústria no Piauí, na produção de materiais, alta nos preços de produtos e equilíbrio econômico, em 2020. Contudo, o segmento piauiense percebeu grandes avanços na atividade industrial do Estado e, as perspectivas apontam otimismo para os volumes de produção e desenvolvimento do setor em 2021.

Segundo os dados, divulgados pela pesquisa Sondagem Industrial, realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI) em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o volume de produção das indústrias piauienses em relação ao mês de outubro, no critério estabilidade, apresentou um percentual de 45%, índice superior aos 36,5% de setembro, chegando a ultrapassar o registrado na região Nordeste, que foi de 40,7% no mesmo período.

De acordo com o presidente do Centro das Indústrias do Estado do Piauí (CIEPI), Andrade Júnior, a situação de crise econômica, serviu de união em toda a classe industrial com o propósito de encontrar saídas para o período pós-pandemia.

  • Foto: AscomAndrade Júnior, presidente do Centro das Indústrias do Estado do Piauí (CIEPI).Andrade Júnior, presidente do Centro das Indústrias do Estado do Piauí (CIEPI).

O empresário afirma ainda que, a atividade industrial, voltou ao patamar de fevereiro na pré-pandemia. Depois de uma queda no Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, pouco mais de 4% da CNI vislumbra um PIB positivo para o próximo ano de 3,49%.

Mais na Web