Saúde

Ingleses investigam se mutação do vírus contagia mais as crianças

Conforme os cientistas, essa nova variante do vírus pode ser até 70% mais rápida, e pode ter sido responsável pelo aumento das infecções em Londres e em outros locais do Sudeste e Leste da Inglaterra.
22/12/2020 09h32 - atualizado

Especialistas britânicos do chamado grupo consultivo de Ameaças de Vírus Novos e Emergentes (Nertag), estão investigando se a nova variante do novo coronavírus se espalha com mais facilidade entre as crianças.

Mesmo sem evidências que comprovem essa possibilidade nas crianças, os cientistas constataram após a primeira análise que essa nova variante do vírus pode se espalhar de forma mais rápida que a original. Caso seja confirmado, isso poderá explicar o aumento significativo da doença na Inglaterra, como afirmam os especialistas.

Segundo um dos membros Nervtag e do Imperial College London, Wendy Barclay, as crianças podem ser tão suscetíveis ao vírus quanto os adultos. Até o momento, os cientistas afirmam que o coronavírus não tem um grande efeito nas crianças em idades escolar.

Conforme os especialistas, essa nova variante do vírus pode ser até 70% mais rápida, e pode ter sido responsável pelo aumento das infecções em Londres e em outros locais do Sudeste e Leste da Inglaterra. No sábado, o primeiro-ministro Boris Johnson decretou o fechamento do comércio não essencial nessas regiões.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web