Coronavírus no Piauí

Intervalo entre as vacinas contra a Covid-19 e gripe é de 14 dias

De acordo com o secretário de estado da Saúde, Florentino Neto, a orientação do Ministério da Saúde é de que a população priorize a vacina do coronavírus, mas sem esquecer a vacina da gripe.
15/05/2021 16h07 - atualizado

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) já distribuiu os lotes das vacinas da gripe para todos os 224 municípios do Piauí que já estão disponíveis nos postos de vacinação para idosos a partir de 60 anos.

O Ministério da Saúde faz um alerta para que a população também se imunize contra o H1N1 e respeite o intervalo de 14 dias entre a vacina contra a Covid-19 e a da gripe.

De acordo com o secretário de estado da Saúde, Florentino Neto, a orientação do Ministério da Saúde é de que a população priorize a vacina do coronavírus, mas sem esquecer a vacina da gripe.

“A imunização contra a gripe também é muito importante. Mas quem já tomou a vacina da Covid deve respeitar um intervalo de 14 dias entre as duas imunizações ou outras vacinas do calendário”, explicou.

Segundo a diretora técnica do Natan Portella, infectologista Elna Amaral, é essencial nesse momento de pandemia que a população não negligencie nenhuma vacina disponível para a imunização.

“A vacina é a melhor forma de prevenção de doenças infecciosas virais. Estamos em um momento de pandemia, o que traz bastante preocupação para a população. Mas precisamos entender que existe a influenza e que se for negligenciada também pode gerar uma síndrome respiratória grave que pode levar a morte assim como a Covid-19”, explicou a médica.

Ainda de acordo com a médica, a vacina da gripe já está disponível e a população precisa colocar seu calendário vacinal em dia, para evitar mais complicações.

“Respeitando os 14 dias entre os dois imunizantes a pessoa precisa ser vacinada com ambas. Essa imunização é essencial para reduzir os quadros de infecção respiratória grave e dessa forma evitar uma sobrecarga para o sistema de saúde do estado”, ressaltou.

Mais na Web