Política

João Madison não descarta filiação de Rafael Fonteles ao MDB

O deputado, que é líder do MDB na Assembleia Legislativa, afirmou que o seu partido não descarta a filiação do secretário de Fazenda para uma possível disputa ao Governo do Estado em 2022.
20/01/2021 11h05 - atualizado

No cenário político piauiense, as conversações sobre as eleições gerais de 2022 já iniciaram. Representantes de diversos partidos já especulam nomes para a sucessão de Wellington Dias (PT) no Governo do Estado.

Entre os parlamentares do PT, o nome especulado é o do secretário estadual de Fazenda, Rafael Fonteles. No entanto, o MDB, segundo maior partido da base governista, não descarta uma candidatura própria em 2022.

“Nós, do MDB, estamos satisfeitos com o espaço que temos hoje no governo e trabalhamos muito forte para as eleições de 2022. Nós estaremos juntos com o partido do governador”, afirmou o líder do MDB na Assembleia Legislativa do Piauí, deputado João Madison, em entrevista à TV Cidade Verde.

O parlamentar comentou que o senador Marcelo Castro, presidente estadual da sigla, é o nome natural para uma possível candidatura ao Governo do Estado, mas não exclui a possibilidade de filiação de outro nome para a disputa, incluindo o secretário Rafael Fonteles.

“Nós ainda não tratamos dessa questão, mas se, por ventura, tivermos um alinhamento dos partidos de achar que o Rafael teria que vir para o MDB, o MDB abraçaria normalmente. Eu não vejo nada de anormal nisso, até porque nós somos aliados do governador, mas isso tem que partir do governador e do próprio Rafael Fonteles, e também de todos os partidos aliados”, declarou.

Mais na Web