Geral

Jornalista de 32 anos morre afogado em praia nas férias

Marcelo deu entrada ainda com vida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte, em Canavieiras, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu em Florianópolis.
  • DA REDAÇÃO
06/02/2020 08h19 - atualizado

Na manhã desta quarta-feira (5), um jornalista da Argentina morreu afogado na praia de Canavieiras, um dos principais destinos turísticos de Florianópolis.

A vítima, identificada como Marcelo Pagliaccio, de 32 anos, estava de férias no Brasil, informou o G1.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Marcelo já estava na areia quando os socorristas chegaram ao local, às 6h50. Ele foi socorrido com afogamento grau 4 — em uma escala que vai até 6.

  • Foto: Divulgação/Rede SocialJornalista argentinoJornalista argentino

Marcelo deu entrada ainda com vida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte, em Canasvieiras, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu na unidade, informou o G1.

No momento que o afogamento ocorreu, os guarda-vidas ainda não estavam nos postos salva-vidas, de acordo com o primeiro tenente dos bombeiros. Por isso, não havia bandeiras de sinalização indicando as condições do mar.

Nota de pesar

Marcelo era redator do jornal argentino Diário Olé. Na noite de quarta-feira, o periódico esportivo publicou uma nota de pesar sobre a morte do jornalista.

"Como entender ou aceitar que esse sonho acontece com você em suas férias de sonho em Florianópolis? Ver o nascer do sol e entrar no mar com o nascer do sol tornou-se o plano fatal", disse a nota.

Com informações do G1

Mais na Web