Polícia

Jovem que perdeu bebê em Teresina segue estável, diz maternidade

Conforme o boletim médico, a jovem permanece em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não recebe sedação, pois ainda não despertou do coma.
11/11/2021 17h30

A jovem Conceição de Maria, de 29 anos, que perdeu o bebe após suposta agressão, apresentou melhoras no seu quadro clínico, mas ainda se encontra em estado grave segundo boletim médico emitido pela Maternidade dona Evangelina Rosa na manhã desta quinta-feira (11).

Conforme o boletim médico, a jovem permanece em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não recebe sedação, pois ainda não despertou do coma. Ela deve realizar exames de controle por meio de tomografias para checar seu quadro de saúde. A  função hepatobiliar da jovem continua alterada e a jovem segue sendo submetida à hemodiálise.

  • Foto: Divulgação/Arquivo PessoalConceição de Maria.Conceição de Maria

Confira a nota de esclarecimento na integra:

A Maternidade dona Evangelina Rosa ( MDER) informa que paciente C.M.S, internada nesta Unidade Hospitalar , conforme boletim médico , da manhã desta quinta- feira (11/11), segue estável, ainda em estado grave. Quanto ao processo de retirada da sedação, como a paciente ainda não despertou, a equipe da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Materna a mantém sem sedação aguardando o despertar. Hoje fará exames de controle (tomografias). A jovem continua sendo submetida à hemodiálise. Ainda persiste com a função hepatobiliar (taxas de fígado, pâncreas e vesícula) alterada. Do ponto de vista infecioso, mantém quadro estável, com melhora, porém, inspira cuidados intensivos devido à gravidade do caso.

Relembre o caso

A jovem de 29 anos que reside no bairro Piçarra deu entrada em estado grave na Maternidade Dona Evangelina Rosa em Teresina, no dia 31 de outubro.

Segundo informações da Polícia Civil, o pai da vítima relatou após registrar Boletim de Ocorrência na Delegacia da Mulher que a jovem foi fortemente agredida por um suposto ex-companheiro e devido à agressão perdeu o bebê.

Na última segunda-feira (08), a jovem apresentou melhoras consideráveis no seu quadro de saúde e a equipe de médicos da UTI programava a retirada do tubo respiratório da mulher.

A polícia Civil segue investigando o caso.

Mais na Web