Polícia

Juiz decreta preventiva de acusado de tentar matar advogada em Piracuruca

A prisão preventiva foi decretada pelo juiz Stefan Oliveira Ladislau, após solicitação do delegado Willams Pinheiro.
  • LETÍCIA DUTRA
15/10/2021 19h49 - atualizado

Nessa quarta-feira (13), a Justiça do Piauí decretou a prisão preventiva de Maurício de 50 anos, empresário acusado de  tentar matar a advogada Marlúcia Brito Escórcio com uma facada no peito. O caso aconteceu no município de Piracuruca na última segunda-feira (11).

A prisão preventiva foi decretada pelo juiz Stefan Oliveira Ladislau, após solicitação do delegado Willams Pinheiro, titular da Delegacia de Piracuruca.

Segundo a polícia, o empresário foi preso na terça-feira (12), ele estava escondido em um matagal nas proximidades do Rio Piracuruca.

  • Foto: GP1Antônia Marlúcia Brito.Antônia Marlúcia Brito.

De acordo com o delegado Willams Pinheiro, o autor do crime não aceitava o fim do relacionamento de cinco anos e queria reatar com a advogada Marlúcia Brito Escórcio.

Ainda segundo o delegado, o fato foi um caso isolado, pois o relacionado não havia histórico de agressão por parte do empresário.

O empresário foi preso e encontra-se a disposição da Justiça para cumprimento de medidas cabíveis ao caso. A advogada permanece internada no Hospital São Marcos em Teresina.

Mais na Web