Piauí

Juiz recebe denúncia contra acusado de matar Aretha Dantas

A cabeleireira Aretha Dantas foi assassinada no dia 15 de maio deste ano, na Avenida Maranhão. Paulo Alves dos Santos está sendo acusado do crime de feminicídio.
VITOR FERNANDES
DE TERESINA
12/06/2018 18h22 - atualizado

O juiz de Direito Antônio Reis de Jesus Nollêto, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri Comarca de Teresina, recebeu denúncia em desfavor de Paulo Alves dos Santos, acusado de matar a cabeleireira Aretha Dantas no dia 15 de maio deste ano, na Avenida Maranhão. A decisão foi assinada nesta segunda-feira (12) e disponibilizada hoje.

  • Foto: Reprodução/FacebookAretha Dantas e Paulo Alves.Aretha Dantas e Paulo Alves.

“Verifica-se demonstrada a justa causa para a deflagração da ação penal, pois presente a prova da materialidade do fato, pela recognição visuográfica em local de crime, laudo cadavérico da vítima e indícios de autoria/participação atribuídos ao denunciado, evidenciados pelos depoimentos testemunhais e do próprio acusado, colhidos durante a investigação criminal”, argumentou o juiz.

Paulo Alves deve responder a acusação, por escrito, no prazo de dez dias. Depois, o processo será encaminhado ao Ministério Público, por cinco dias. O magistrado diz que, caso o denunciado não seja localizado, deverá citado por edital a ser publicado no Diário de Justiça, devendo uma cópia ser afixada no átrio do Fórum local, para conhecimento de todos.

No final do mês passado, a defesa de Paulo Alves entrou na Justiça pedindo a instauração de incidente de insanidade mental do acusado. Porém o juiz Luiz de Moura Correia negou a solicitação. Para ele, não foi comprovada a necessidade para justificar essa medida.

Mais na Web