Piauí

Julgamento do acusado de matar Samuel Borges em Teresina é adiado

Segundo o Juiz Antônio Reis, o motivo é que o advogado do ex-PM passará por uma cirurgia e não poderá comparecer na data prevista.
24/10/2021 12h31 - atualizado

O julgamento do ex-policial militar Francisco Ribeiro dos Santos Filho, acusado de matar o cabo Samuel de Sousa Borges em Teresina, que estava marcado para esta quarta-feira (27), foi adiado.

No despacho, o juiz de direito da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri, Antônio Reis de Jesus Nollêto, informou que o julgamento foi suspenso após o pedido do advogado de defesa de Francisco Ribeiro, que marcou uma cirurgia, ficando impossibilitado de comparecer na data prevista.

  • Foto: Reprodução/FacebookFrancisco Ribeiro dos Santos FilhoFrancisco Ribeiro dos Santos Filho

Conforme o Tribunal de Justiça do Piauí, ainda não há previsão para o julgamento acontecer.

Entenda o caso

No dia 1º de fevereiro de 2019, o policial militar Samuel Borges, foi assassinado a tiros na frente do próprio filho de 8 anos, próximo a uma escola no bairro Jóquei, na zona Leste de Teresina.

  • Foto: DivulgaçãoSamuel Borges.Samuel Borges.

De acordo com informações da Polícia Militar, uma discussão de trânsito teria motivado a briga entre os dois homens, que são policiais do Maranhão e do Piauí. O crime aconteceu no cruzamento das ruas Senador Cândido Ferraz com Verbenas.

Mais na Web