Piauí

Justiça condena dois homens por feminicídio em São Raimundo Nonato

De acordo com o MPPI, os réus foram levados a julgamento pelo crime de homicídio qualificado pela morte de Maria Valdinete Correira Lopes em 2018.
21/10/2020 09h45

O pedido do Ministério Público do Piauí (MPPI), por meio da Promotoria de Justiça Criminal de São Raimundo Nonato, resultou na condenação dos réus Mário Cavalcante Lopes e Quelton Soares Neves pelo crime de feminicídio com pena de 21 anos e 04 meses, e 18 anos e 08 meses de reclusão em regime fechado, nessa segunda-feira (19).

De acordo com o MPPI, os réus foram levados a julgamento pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe ou mediante promessa de recompensa, com emprego de meio cruel e feminicídio.

A vítima, Maria Valdinete Correira Lopes, foi morta por estrangulamento com uma carda no dia 10 de maio de 2018 em uma residência bairro Umbelina II, na cidade de São Raimundo Nonato.

Segundo o Ministério Público, nos autos do processo que Mário Lopes contratou Quelton Neves para executar o crime. Quelton arrombou a porta da cozinha da residência de Maria Valdinete enquanto ela dormia, estrangulou a vítima e fugiu do local. Na sequência, Quelton Neves recebeu a casa da vítima como pagamento.

Conforme o MP, a decisão foi proferida pelo juiz titular da Comarca de São Raimundo Nonato, Carlos Alberto Bezerra Chagas.

Mais na Web