Polícia

Justiça nega liberdade a digital influencer Roani Sampaio

O pedido foi feito pela defesa de Roani Sampaio, alegando que a influenciadora é lactante, mãe de um filho de 1 ano e 4 meses, e que faz jus à prisão domiciliar.
24/03/2021 08h54 - atualizado

A justiça negou o pedido de revogação da prisão preventiva da influenciadora digital Roani da Silva Sampaio e o namorado Francisco Moisés Sousa, presos desde fevereiro, acusados de assaltarem a casa do empresário Abel Landim.

A decisão do juiz Lirton Nogueira Santos, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina/PI, foi dada nessa segunda-feira (22).

O pedido foi feito pela defesa da influencer alegando que Roani Sampaio é lactante, mãe de um filho de 1 ano e 4 meses, e que faz jus à prisão domiciliar de acordo com a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal.

  • Foto: Arquivo PessoalDigital influencer Roani Sampaio.Digital influencer Roani Sampaio.

A defesa argumentou ainda que a influenciadora é primária, tem bons antecedentes e residência fixa.

Já o namorado, Francisco Moisés argumentou que é pai de uma criança de 7 anos, além de possui condições pessoais favoráveis, como ser primário, ter bons antecedentes, residência fixa e profissão definida.

A defesa impôs também, a situação ocasionada pela pandemia da Covid-19, alegando também que a decisão que decretou a prisão preventiva ofendeu o princípio da necessidade.

Ao negar o pedido, o juiz Lirton Nogueira apontou que os fundamentos para manutenção da prisão preventiva permanecem inalterados, tendo em vista que a prisão cautelar está devidamente amparada em elementos para a garantia da ordem pública e na gravidade concreta do delito.

Sobre o caso

A digital influencer Roani da Silva Sampaio, de 20 anos, natural da cidade de São Luís (MA), foi presa em Teresina suspeita de participar de um roubo na casa de um empresário, no dia 12 de fevereiro.

Segundo depoimento do empresário à Polícia Civil, ele teria marcado um encontro com Roani Sampaio que chegou a sua casa por volta de 16h15. Cerca de 50 minutos depois, o empresário foi surpreendido pelos criminosos tentando arrombar a porta do seu quarto.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web