Polícia

"Logo estaremos com o crime elucidado", diz Barêtta sobre morte de PM

De acordo com o delegado Barêtta, a polícia já possui informações sobre os suspeitos do crime e diligências estão sendo realizadas.
23/07/2020 17h15 - atualizado

Em entrevista ao Viagora na tarde desta quinta-feira (23), o coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Costa, mais conhecido como Barêtta, afirmou que a polícia já possui informações sobre os suspeitos da morte do policial militar Lídio Roberto durante assalto na zona Norte de Teresina.

De acordo com o delegado Barêtta, a polícia já possui informações sobre os suspeitos do crime, e no momento essas informações estão sendo checadas. O delegado explica que as investigações do crime de latrocínio, quando há roubo seguido de morte, são diferentes e é necessário ter cautela.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Delegado BarrêtaDelegado Barrêta

“Nós estamos investigando. As informações nós temos, agora nós estamos checando. Dois indivíduos tiraram a vida do rapaz. A investigação de latrocínio, roubo seguido de morte, ela difere da investigação de homicídio, porque mesmo o sujeito tirando a vida da pessoa, o objetivo dele era o patrimônio, não era a vida [...] A gente tem que ter muita cautela. Estamos checando essas informações e logo nós estaremos com esse crime lucidado, os indivíduos identificados e presos. O responsável pela investigação, desde o momento do crime é o delegado Genival Vilela que já está na rua com o pessoal dele”, explicou o delegado ao Viagora.

Ainda segundo o coordenador do DHPP, a informação que a polícia possui é que no momento da abordagem o policial teria tentado “agarrar” um dos criminosos, porém, o outro suspeito estava armado e efetuou o disparo que atingiu a nuca de Lídio Roberto que morreu na hora no local.

  • Foto: DivulgaçãoPolicial militar morto durante assaltoPolicial militar morto durante assalto

 “A informação que temos é que os dois [suspeitos] entraram na frente e ele [policial] tentou agarrar um deles, aí quando ele tentou agarrar um deles o outro estava armado e atirou em direção à cabeça dele e a bala foi bem na nuca. Ele teve morte imediata”, comenta o delegado Barêtta.

Mais na Web