Política

Luís André diz que PSL quer eleger 2 deputados estaduais em 2022

De acordo com o vereador e presidente estadual do PSL, a nível nacional o partido faz oposição ao PT, e que no Piauí as conversar giram em torno da candidatura de Ciro.
11/05/2021 11h00 - atualizado

Na manhã dessa segunda-feira (10), o vereador e presidente estadual do PSL, Luís André, fez declarações sobre os planos do partido para eleições de 2022, comentando sobre a aproximação com senador Ciro Nogueira, que já é pré-candidato ao Governo do Piauí, e sobre a relação que a legenda mantém com a atual gestão da Prefeitura de Teresina.

De acordo com o vereador, o partido tem planos para conseguir eleger um deputado federal e até dois deputados estaduais, e para isso irão estreitar o diálogo com o Progressistas que articula a candidatura do senador Ciro Nogueira. Luís André destaca que a nível nacional o partido faz oposição ao PT, e que no Piauí as conversar giram em torno da candidatura de Ciro.

“O partido é oposição ao governo do PT, a nível nacional também, e tudo indica que as articulações estão em torno da candidatura do senador Ciro Nogueira. A nacional nos deliberou para começar a estreitar esse diálogo e nós vamos ter o foco na eleição de um deputado federal, e quem sabe dois estaduais aqui no Piauí”, comenta o vereador.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraVereador Luís André (PSL)Vereador Luís André (PSL).

Questionado se a aproximação com Progressistas poderia de alguma forma interferir na relação com a atual gestão da capital, Luís André afirma que atualmente os dois vereadores do partido fazem parte da base de Dr. Pessoa (MDB) na Câmara Municipal. O presidente estadual do PSL ressalta que torce para o sucesso da gestão e que convidou alguns secretários de Dr. Pessoa, como Gessy Fonseca e João de Deus, para se filiarem ao PSL.

“De forma alguma. Nós fazemos parte da base do Dr. Pessoa aqui na Câmara, os dois vereadores, e nós vamos deixar as coisas acontecerem. Nós queremos que a gestão dê certo, nós estamos com vários projetos em diversas áreas, esporte, cultura, na educação, projeto de mobilidade urbana, fizemos até convites a alguns secretários dele, tanto a Gessy Fonseca, quanto o João de Deus, mas vamos esperar. O prazo de filiação é até abril do próximo ano, durante esses dez meses ainda tem muita água para passar debaixo da ponte. Vamos fazer o PSL um dos partidos protagonistas nas eleições 2022”, disse.

Sobre uma possível candidatura a deputado federal ou estadual, Luís André afirma que essa é uma decisão que o partido poderá tomar até o fim do ano. Segundo ele, a intenção nesse momento é fortalecer a chapa, e que o seu objetivo é trabalhar o mandato de vereador.

“Nossa intenção é fortalecer a chapa, articular nomes possíveis a candidaturas a deputado estadual e federal. É claro que essa é uma decisão que a gente vai tomar até o final do ano, mas a minha intenção maior é trabalhar no nosso mandado de vereador, e como presidente do partido fazer as comissões provisórias nas maiores cidades e começando a partir do próximo mês para levar a mensagem do PSL. Nós vamos em Brasília até o final do mês, para levar nosso planejamento estratégico do PSL Piauí com a eleição para deputado federal nessa chapa que gira em torno de 40 mil votos e tudo indica que vai ficar do lado do senador Ciro Nogueira, que quer se candidatar a governador”, afirmou o parlamentar.

Mais na Web