Política

Marden diz que taxas cobradas pela Equatorial não fazem sentido

Segundo o deputado Manden Menezes, alguns projetos de lei de autoria dele e de outros parlamentares já tramitam na Alepi sobre o assunto.
13/03/2020 06h40 - atualizado

Em entrevista ao Viagora, o deputado estadual Marden Menezes (PSDB), afirmou que será realizada uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) para discutir denúncias feitas por clientes em relação aos cortes de energia e taxas praticadas pela empresa Equatorial Piauí.

Segundo o deputado tucano, alguns projetos de lei de autoria dele e de outros parlamentares já tramitam na Alepi sobre o assunto. Para ele, as taxas cobradas pela Equatorial ferem o direito do consumidor e não fazem sentido, já que o cliente paga a conta de energia com juros.

“Nós entendemos que essas cobranças de taxa de religação são abusivas e ilegais, e ferem o direito do consumidor. Na medida em que o cidadão tem uma conta, se ele já paga essa conta com juros e multa, não faz sentido pagar além disso, mais uma taxa”, afirma o deputado.

  • Foto: Luis Marcos/ViagoraDeputado Marden MenezesDeputado Marden Menezes (PSDB).

Marden relata ainda que a Equatorial possui várias denúncias de maus-tratos durante a realização dos cortes de energia e qualidade dos serviços prestados.

“Há denúncias de maus-tratos, de truculência na realização dos cortes dos serviços e uma série de outras falhas no sistema que precisam ser devidamente discutidas e apuradas. Estávamos aguardando apenas as comissões técnicas da Assembleia retomarem os trabalhos normalmente para que a gente possa agendar essa data, então vai ser feita uma grande audiência pública aqui na Assembleia”, finaliza o parlamentar.

Mais na Web