Política

Marden quer proibir cobrança em religação pela Equatorial Piauí

O projeto tramita na Assembleia Legislativa do Piauí, é com relação também aos serviços prestados pela Àguas de Teresina.
  • DA REDAÇÃO
05/02/2020 13h45 - atualizado

O deputado estadual Marden Menezes (PSDB) pediu apoio ao seu Projeto de Lei (PL) que proíbe cobrança de taxa de religação de água e energia elétrica por corte no fornecimento em decorrência da falta de pagamento no Estado.

O projeto tramita na Assembleia Legislativa do Piauí e a crítica, de acordo com ele, é com relação aos serviços prestados pela Equatorial Energia e pela empresa Águas de Teresina.

“É cada vez mais frequente as reclamações da população piauiense com relação aos serviços prestados pela Equatorial Energia e pela empresa Águas de Teresina, energia e água, sem os quais não podemos viver. E nós temos tramitando aqui nesta Casa Projeto que proíbe a cobrança de taxa de religação, que tanto a Equatorial como Águas de Teresina cobram”, criticou o deputado.

Marden usou a palavra para pedir o empenho dos colegas parlamentares na tramitação e votação favorável. “Não bastasse a qualidade ruim dos serviços oferecidos por estas empresas, a população ainda é abusada com essa taxa. Então peço aos colegas parlamentares a atenção nessa matéria para que possamos tramitar e criar essa legislação para a proteção dos consumidores piauienses contra o péssimo serviço da Equatorial e Águas de Teresina”, disse.

Mais na Web