Política

“MDB é grande aliado a ser considerado”, diz Francisco Costa sobre 2022

O deputado falou sobre o nome do presidente da Alepi, Themístocles Filho, ser apontado como o nome que pode compor a chapa ao Governo do Piauí juntamente com Rafael Fonteles no próximo ano.
05/07/2021 10h15 - atualizado

O deputado Francisco Costa (PT) falou, em entrevista ao Viagora, sobre a possibilidade do ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes (PSDB) ser candidato ao Governo do Piauí nas eleições de 2022 em uma hipotética chapa com o senador Ciro Nogueira (Progressistas), dentre outros assuntos.

De acordo com o parlamentar, o nome de Sílvio Mendes, apontado para compor a chapa ao lado de Ciro, na posição de vice ou candidato a governador, é uma estratégia da oposição, destacando ser natural essa movimentação.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraDeputado Francisco CostaDeputado Francisco Costa (PT).

“Temos todo o respeito ao Silvio. Eu conheço o Sílvio, convivi com ele eu sendo secretário estadual da Saúde, e ele presidente da Fundação Municipal de Saúde. A oposição naturalmente vai montar a sua estratégia, temos todo o respeito, mas esse momento é de muita especulação”, declarou o deputado.

Questionado sobre o nome do presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), Themístocles Filho (MDB), ser apontado como um possível vice na chapa com Rafael Fonteles, o petista afirmou que a formação da chapa deve ser realizada a partir de um diálogo com todos os partidos da base, mas destacou que o MDB é um partido forte e que isso deve ser levado em consideração.

“A composição de chapa para 2022 é um diálogo a ser feito com todos os partidos, sabemos da força do MDB, um partido muito decisivo durante toda essa trajetória deste mandato, sempre ao lado do governador, defendo aqui as pautas de interesse do Piauí. É um partido forte, com seis deputados estaduais, então é um grande aliado a ser considerado”, comentou Francisco Costa.

Mais na Web